Homem aponta revolver para a própria mãe e é preso

Por Marília Noticia 12/08/2017 - 18:37 hs

A Polícia Militar prendeu em flagrante o ajudante de pedreiro Eder Carlos de Souza, de 35 anos, na zona Norte de Marília, por porte ilegal de arma de fogo.

Ele teria apontado um revólver calibre 32 para a própria mãe após discussão na tarde de sexta-feira (11).

Segundo o registro da ocorrência, por volta das 13h30 a PM foi chamada para atender o chamado feito via Copom (Centro de Operações da Polícia Militar) pela mulher de 57 anos, que denunciava o filho. Souza estaria embriagado e tomou de sua genitora a chave do veículo que seria utilizado por ele.

Durante a discussão a mãe teria dito que o filho “merecia apanhar”. Em resposta, o acusado pegou o revólver que estava dentro do automóvel, mostrou para a mulher e teria dito “olha o apanhar aqui”.

Segundo a mãe de Souza, em seguida ele teria colocado a arma na cintura e saído de casa. As características físicas do acusado e suas vestes, uma camisa amarela e shorts jeans, foram descritas para os policiais que o localizaram em seguida.

A equipe da PM encontrou o ajudante de pedreiro em um bar na esquina das ruas Lúcia Raspante e João Soares Rosa, no Jardim Edisom de Silva Lima.

Ele foi abordado pelos militares e ficou constatado sua alteração psicomotora. O homem não acatava as ordens dos policiais e gesticulava bastante com as mãos.

Ação rápida de um dos policiais desarmou o acusado, que ainda estava com o revólver na cintura. A arma estava municiada com dois projéteis intactos.

Souza foi apresentado ao plantão policial e preso em flagrante.