Ação de combate ao trabalho escravo encontra irregularidades em fazendas de mandioca em Marília

Polícia Rodoviária Federal e Ministério Público do Trabalho fiscalizaram duas propriedades na zona rural da cidade e pediram ajustes de conduta em favor de 23 funcionários.

09/04/2021 - 17:38 hs

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Ministério Público do Trabalho realizaram uma ação de prevenção e combate ao trabalho escravo nesta quinta e sexta-feira (9) em Marília (SP).

As inspeções foram feitas em fazendas de mandioca na zona rural da cidade e as equipes encontraram irregularidades trabalhistas em duas propriedades.

Embora as situações não configurassem trabalho escravo, segundo a PRF, elas precisaram da ação dos procuradores, que realizaram a celebração de Termo de Ajuste de Conduta (TAC) em favor de 23 funcionários.

Além disso, os policiais também localizaram, durante a operação, um jovem de 24 anos foragido da Justiça, que tinha um mandado prisão expedido pela Comarca de Uraí (PR).

De acordo com a PRF, essa fiscalização foi um desdobramento de outra operação realizada em março, durante a qual foram encontradas outras irregularidades em um sítio de Campos Novos Paulista (SP).

A polícia também informou que alguns trabalhadores relataram que foram imediatamente registrados por seus empregadores ao terem avistado a aeronave da PRF sobrevoando a região.