DHS inicia Campanha de Multivacinação para crianças e adolescentes de 6 meses a 15 anos

Vacinas contra sarampo, poliomielite, caxumba, catapora e meningite são algumas das escolhidas por não interferirem nos efeitos da imunização contra a COVID-19

Por Divulgação/DHS 13/10/2021 - 17:19 hs

O DHS de Pompeia deu início nesta quarta-feira (13) à edição local da Campanha Nacional de Multivacinação contra o sarampo, a poliomielite, a caxumba, a catapora, a meningite e outras doenças. As vacinas estão disponíveis em nove Unidades de Saúde, incluindo a de Paulópolis. Pacientes da UBS “Marli Martins” estão sendo atendidos na USF “Tufic”. A campanha segue até o dia 29. Neste sábado, dia 16, ocorre o dia “D” da vacinação, com as unidades funcionando das 8h às 17h.

O público-alvo são crianças e adolescentes de 6 meses a 15 anos, que estejam com suas carteirinhas de vacinação incompletas. 

“A Regional de Saúde está disponibilizando essas vacinas e convocando a população porque, com as atenções voltadas para a COVID-19, os números da vacinação para outras doenças estão cada vez piores em todo o país. Apesar de haver oferta de imunizantes durante todo o ano nas Unidades de Saúde, a procura pela proteção segue baixa, por isso é importante esse alerta para que pais e responsáveis protejam suas crianças e adolescentes contra doenças que podem ser evitadas”, declarou o superintendente do DHS, Adalberto Bento.

“Nós também estamos organizando um dia “D” de multivacinação, que será realizado em um sábado, o que permitirá que, mesmo aquelas pessoas que trabalham durante a semana, possam se organizar para que nenhuma criança deixe de ser vacinada”, completou o gestor.

O Ministério da Saúde informou que as vacinas escolhidas não tem interação com o imunizante contra a covid-19, não causam efeito colateral, e assim não há necessidade de intervalo entre as aplicações, o que permitirá, por exemplo, que adolescentes que foram vacinados contra a covid-19 recentemente possam receber os demais imunizantes.

“Por se tratar de uma campanha rápida de atualização de carteirinha, o Ministério estabeleceu que neste período da campanha, as doses de vacinas inativadas podem ser administradas de maneira simultânea com as demais vacinas ou em qualquer intervalo”, explicou Adriana Fernandes Parra, enfermeira epidemiológica do Município.

Para ficar imunizado, basta procurar por sua Unidade de Saúde de referência. Todas as 7 USFs e as UBSs “Valdir Alves Pereira” e “Angelina Paulon Oliva” estarão aplicando as doses na sua rotina de atendimento, ou seja, das 8h às 17h.