CPFL aprova projeto que inclui a Santa Casa de Pompeia em programa de Eficiência Energética

15/04/2021 - 14:57 hs

A Santa Casa de Pompeia conseguiu aprovação de projeto para participação junto a Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL), dentro do Programa de Eficiência Energética, criado pela Lei nº 9991/00, com objetivo de promover o uso eficiente da energia elétrica em todos os setores da economia por meio de projetos que demonstrem a importância e a viabilidade econômica de melhoria da eficiência energética de equipamentos, processos e usos finais de energia. “Isso quer dizer que teremos um ganho considerável, com pagamentos menores pelo uso da energia elétrica”, festejou o provedor do hospital pompeiano, Alair Mendes Fragoso, que aguardava a confirmação da aprovação, diante do custo aproximado de R$ 10 mil por mês somente com a energia elétrica.

De acordo com o dirigente hospitalar, desde o ano passado tratativas neste sentido vinham sendo conversadas. “Certo dia houve uma queda de energia em que os nossos geradores foram acionados, e com a presença imediata do pessoal da CPFL, fomos atendidos”, recordou o provedor. “Neste dia, o funcionários deles, de nome: Marcos Campos Pereira, comentou sobre o programa”, ressaltou o dirigente em tom de agradecimento. “Ele nos ajudou a buscar informações e nos orientou, quando este ano, no mês passado, a CPFL sinalizou com interesse em nos conhecer”, disse. “Agora o projeto está sendo elaborado e em breve serão realizadas as obras de adaptação”, falou feliz pelo sucesso conseguido e a economia que será gerada com possibilidade de novos investimentos em outras áreas.

Pelo programa da estatal os investimentos a serem feitos no hospital devem ser aplicados e gerenciados seguindo diretrizes e orientações estabelecidas pela ANEEL através dos Procedimentos do Programa de Eficiência Energética (PROPEE), que regulamenta as atividades relacionadas ao Programa de Energia Elétrica. O PROPEE define os aspectos legais e regulatórios, o formato de elaboração de projetos, procedimentos de fiscalização de projetos e os parâmetros e critérios de avaliação para reconhecimento do investimento. “Isso tudo já foi levantado no mês passado e agora avançamos no programa”, festejou o dirigente que acredita ser algo pioneiro no setor na região. “Esse programa pode nos beneficiar em não ter mais este custo mensal de aproximadamente R$ 10 mil”, planeja o provedor.

Na CPFL o Programa de Eficiência Energética é um importante programa para promoção do combate ao desperdício de energia elétrica através da substituição de equipamentos ineficientes e realização de ações educacionais para conscientização do uso consciente e seguro da energia elétrica. “Pelo que foi dito, lâmpadas serão trocadas, fiação será modernizada e existe, inclusive, a possibilidade de uma mine usina fotovoltaica própria, se for o caso para a produção própria da energia elétrica”, falou animado com a possibilidade de ter esta economia que será de grande importância para a instituição.

DOAÇÃO DE IDEIAS – Alair Mendes Fragoso aproveitou a oportunidade da proposta vitoriosa e disse que o hospital recebe vários tipos de doação, inclusive de ideias. “Não é só doar dinheiro e bens”, falou. “As pessoas podem doar: ideias, sugestões e tempo”, frisou ao utilizar o exemplo de Marcos Campos Pereira que deu uma ideia, orientou como fazer e no final, promoveu grande economia para o hospital. “As pessoas podem e devem incluir o nosso hospital em diversos programas que de alguma forma podem ajudar a instituição num todo”, disse ao agradecer a iniciativa do funcionário da CPFL, neste caso. “Ele sentiu a nossa necessidade, conhecia um meio de colaborar e fez o papel de ligação entre a necessidade e a solução”, disse em tom de emoção.